Notícias

Metrologia realiza destruição de produtos apreendidos

19/05/2016 - Ellayne Czuryto/ Ascom

Mais de uma tonelada de produtos irregulares apreendidos durante as fiscalizações da Agência Estadual de Metrologia – AEM-TO, foram destruídos na manhã desta quarta-feira (18), por estarem impróprios para comercialização e fora dos padrões de fabricação determinados pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – Inmetro.

A destruição ocorreu no Aterro Sanitário de Palmas, acompanhada pelo responsável técnico do Aterro, o engenheiro civil João Evangelista e todos os membros da comissão de destruição da AEM.

Entre os itens destruídos estavam capacetes de segurança, ferro de passar, copo descartável, panelas de pressão, brinquedos, lanternas, materiais elétricos como plugues, lâmpadas, tomadas e outros, que representavam um risco a população, por não serem seguros para consumo.

O presidente da comissão, Anderson Luís, explica que antes de serem destruídos, os proprietários foram notificados e tiveram prazo para apresentação de defesa. Só depois de concluído todo o processo administrativo, os produtos irregulares são encaminhados para a destruição. “Quando esgotado todo o período processual, nós fazemos a destruição, já que estes produtos apreendidos pelo setor de Qualidade da AEM-TO são considerados impróprios para uso e não podem ser doados”.

É orientação da AEM-TO ao consumidor, adquirir produtos, principalmente brinquedos e eletroeletrônicos, com o selo do Inmetro. Em caso de suspeitas de irregularidades, denúncias podem ser feitas por meio da Ouvidoria da AEM no telefone 3218-2076.

Compartilhe esta notícia